segunda-feira, 18 de julho de 2011

Quem são "as novinhas" do Funk? A apologia à pedofilia e a erotização precoce

Mesmo quem odeia já escutou. Infelizmente hoje o ritmo que usurpa o nome de Funk[1], aparece em quase todos os lugares, e causa uma histería impressionante entre as mulheres sem pudor e respeito próprio. Não obstante, o "funk" (aspas propositais) também seduziu a juventude, em especial as meninas na faixa etária de 12 a 17 anos (existem funkeiras mais novas e até crianças), são as chamadas "novinhas", expressão que agora é a mais usada nas "letras" dos MC's.

Em qualquer festa onde começar a tocar esse ritmo, observem as meninas mais novas dançando, aliás, se é que pode-se chamar aquilo de dança, prefiro classificar como um "Kama Sutra ritmado". Os funkeiros costuma dizer que o estilo é sensual. Mentira! Ele já ultrapassou essa barreira, podemos chamar de sensual por exemplo o Tango, o "funk" é pornográfico e vulgar.

E, infelizmente, hoje é comum ver "as novinhas" dançando de uma forma que há algumas décadas atrás só as prostitutas faziam nos cabarés.

No entanto, mais preocupante do que meu conservadorismo que faz com que eu sinta repúdio por essa coisa que insistem em classificar como música, é a apologia a pedofilia e a erotização precoce que o "funk" traz.

Primeiramente uma pergunta precisa ser respondida: Quem são as novinhas no funk?

Não é preciso ser nenhum gênio para saber que o termo refere-se a meninas menores de idade, mas usarei alguns trechos dos "funk's" para mostrar a face das "novinhas".

(Atenção: A partir deste momento começarei a citar trechos de "funk", portanto aparecerão palavras de baixo calão)

Na "música" de nome Novinha vê se me escuta[2], "cantada" pelos MC's Deeh e Geovane é relatado a idade de uma dessas meninas no trecho que diz: 

Aos 15 de idade a novinha saia curtir baile funk,
fexava com Mc Deeh e também com Mc Geovane...

Qual o problema dessa menina de 15 anos ir a baile?

O baile em si já é o problema, mas os MC's relatam o que acontece com ela: 

Oh novinha tu ve se me escuta
Ela desce com a xota no chão,
ela rebola e "kika" que coisa maluca
...O baile funk começa e o bixo aqui já pega,
nóis leva as novinha pro canto dá uma letrinha que ela se entrega
Quando a novinha me viu, me viu e não resistiu,
ficou toda assanhada quando me viu dançando Bufalo Bill

É esse tipo de coisa (não insistam que não chamarei de música) que tem feito sucesso entre crianças e adolescentes.

Analizemos algumas "letras" das "músicas" que dominam a cena do funk: 

Para de falar que tu é minha namorada
Que eu só te namoro na hora da cachorrada
Aquecendo com a novinha, ralando vai novinha, descendo
então vai novinha rebola e depois quica
...Na hora de fazer amor eu falo até que te amo (Aquecendo com a novinha - MC Luan) [3]

Vai novinha vai novinha
Vai novinha vai novinha
Eu vou te deixar maluca tu vai ficar suadinha
Um funk sem neurose gata bota pra cantar
O bonde dos magrinhos
Vai fazer tu delirar
Aqui é chapa quente é vara linguadinha
na xotinha na bundinha
no peitinho na boquinha (Vai novinha MC Frank)
[4]

De novinha assanhada, de novinha atraente
Vou te fazer, te fazer, te fazer chegar no orgasmo 
De novinha assanhada, de novinha atraente
Preferência de hoje em dia, as novinha experiente ( Novinha experiente MC Nobru) [5]

Mas, alguém pode reclamar que não há uma menção explícita a meninas há crianças menores de 14 anos. Calma, vamos ver mais alguns trechos de "funk".

Abaixo relaciono um "funk" chamado "14 e 37" do MC Dido [6], que começa da seguinte forma: 

Digão - Não quero novinha de 14, só quero mulher de 37
Não pego novinha de 14,só pego mulher de 37

Quem ver esse trecho imagina de início que finamelnte apareceu  alguém para combater todo esse absurdo. Mas não se deixem enganar, na verdade a "música" é composta por um diálogo entre "Dido" e "Digão".
O "Dido" continua gostando das "novinhas de 14":

Dido - Senta senta senta senta senta senta vem novinha
Senta senta senta senta abra a xerequinha
Mas escuta mano Digão você tá de palhaçada
Tá trocando as novinha pras velha de bunda fraca
Sem neurose eu dou-lhe o papo sou Dido canto e não minto
Não esqueça das novinha, esquece as velhas de peito caido
Olha eu vou te dar o papo, o Digão ve se me escuta ve se larga
Essas velhas, velha da perereca murcha, mas eu vou te dar o papo
Tranquilão não faço pose, que se dane as de 37 eu prefiro as de 14

Como mostra o "diálogo" do "funk", o Digão cansou de tudo isso. Ele não se envolve mais com meninas de 14 anos. Veja o motivo apresentado para essa mudança de comportamento: 

Digão - Oh Dido te dou lhe o papo tu vai passar o reflexo
As novinha tem palhaçada muita neurose pra pouco sexo
Se liga nessa parada neguinho eu to na boa as mule sao
Chapa quente panela velha é que faz comida boa, sem neurose

Ou seja, ele não se envolve com "as novinhas" porque estas tem "muita neurose", para "pouco sexo". Outro M'C tira todas as dúvidas (se é que existiam dúvidas) de quem são "as novinhas" do funk. No funk de nome revelador "novinha safada", o M'C Kelvin revela que são os alvos dos funkeiros: 

Vem novinha safada
pra mim vem fazer pose
nois dois é de menor
não tem artigo 214
[7]

Sabe aquela história de que só profissionais da área jurídica e bandidos conhecem os artigos do código penal? Como não sou de nenhum dos dois tipos, pesquisei o que era o tal artigo 214. O Art 214 era o artigo que caracterizava o atentado violento ao pudor, e foi revogado em 7 de agosto de 2009 pela Lei nº 12.015/09, que alterou a disciplina dos crimes sexuais no direito penal brasileiro, e ampliou a abrangência do crime de estupro, de modo a abranger o antigo crime de AVP (atentado violento ao pudor)[8]. Ou seja, são "novinhas" menores da 14 anos, que para ele "não dá nada" por também ser menor.

Não preciso citar mais nenhuma dessas porcarias chamadas de músicas, para que todos compreendam onde quero chegar: A apologia ao sexo precoce e a pedofilia.

Alguém argumentará que as "músicas" não fazem menção as menores de 14 anos. Para esses ainda "céticos", não recomendo, mas se quiserem façam uma pesquisa no google casando as expressões "funk" e "novinha". Ressalto, que não recomendo, pois haverá material pedófilo.

O fato é que essa erotização de crianças e adolescentes ainda em formação trazem consequências gravíssimas.

A psicóloga Aline Maciel, afirma que músicas de cunho apelativo com letras que tratem de sexo estimulam a iniciação sexual precoce entre meninos e meninas. Segundo ela, “músicas com uma carga sexual muito forte aliadas a coreografias sensuais fazem com que as crianças tenham acesso a elementos que não são adequados a sua faixa etária, induzindo comportamentos inadequados[9]”.

O acesso precoce a esse tipo de produto cultural faz com que a criança deixe de vivenciar a infância e aquilo que é próprio da fase, que é o brincar. Com a banalização do sexo, a percepção da criança é alterada. “A criança começa lidar com a sexualização do corpo sem o devido entendimento de como isso deve ser tratado”, explica Aline Maciel. “A criança sofre uma pressão da sociedade, antecipando todo o seu processo sexual e vivendo a sua sexualidade sem inteireza e maturidade”, opina Aline Maciel. Para ela, as crianças se tornam erotizadas e em especial as meninas, que passam a ver o corpo como entidade de prazer, consumo e status social[9].

Um estudo da Associação Americana de Psicologia [11], concluiu que a erotização precoce afeta o desenvolvimento das meninas causando desde distúrbios alimentares e a um mau desempenho escolar.

O pior é que existem pais que não importam-se com isso, mães que cresceram sendo princesas, não se incomodam com suas filhas que crescem como "cachorras", meninas que para os homens servem apenas para o sexo e nada mais. Ou alguém acha que possui algum respeito uma menina que se diverte cantando "Quero te da da da da[10]"?

Platão dizia que a música imita o movimento da alma, tendo isso em mente temos a certeza que o "funk" é o pleno reflexo de uma sociedade falida e sem qualquer respeito.

Jefferson Nóbrega

Referências:

[1] O que hoje é conhecido como funk na verdade não passa de uma variação grosseira do “Miami bass sound“, que fez a fama de grupos picaretas como o 2 Live Crew. O verdadeiro funk possui nomes como James Brown, Funkadelic, Sly & Faily Stone e outros. Veja mais sobre o assunto: http://www.tudoaqui.logvelox.com/2009/03/20/para-gostar-do-verdadeiro-funk/
[2]http://letras.terra.com.br/mc-deeh-mc-geovane/1751815/?domain_redirect=_es
[3]http://letras.terra.com.br/mc-luan/1668221/
[4]http://letras.terra.com.br/mc-frank/747782/
[5]http://letras.azmusica.com.br/M/letras_mc_nobruh_104437/letras_otras_77212/letra_novinha_experiente_1596811.html
[6]http://letras.terra.com.br/mc-dido/1044547/
[7]http://www.vagalume.com.br/mc-kelvin/novinha-safada.html
[8]http://pt.wikipedia.org/wiki/Atentado_violento_ao_pudor
[9]http://blog.opovo.com.br/propares/erotizacao-da-musica-influi-na-precocidade-sexual-da-crianca/
[10]http://www.vagalume.com.br/gaiola-das-popozudas/quero-dar-dar-dar.html
[11]http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI1426449-EI1827,00.html








24 comentários:

Anônimo disse...

temos que denunciar esses tipos de musicas, que podem ser um tipo de pologia a pedofilia

Anônimo disse...

Não só "podem ser um tipo de pologia a pedofilia", como são. A sociedade se encontra, infelizmente, em declínio. O funk chegou ao seu extremo vulgar e erotizado. Essa nova geração está marcada com o grande exemplo apresentado por esse estilo musical, em especial o carioca. A questão é que talvez não haja muito o que fazer, visto que com tais letras horrendas, a lavagem cerebral nessas novas gerações está feita. Provavelmente, com a união e colaboração da sociedade, num todo, essa situação possa ser revertida pois, realmente, é uma tristeza ver até onde chegou o nível desse estilo musical...

Anônimo disse...

eU REALMENTE ACHO Q ESTE TIPO DE MUSICA DENIGRE A IMAGEM DA MULHER E COM ISSO A INSTITUIÇAO FAMILIA ,AS AUTORIDADES E OU ORGAOS COMPETENTES DEVIA PROIBIR ESTE TIPO DE MUSICA Q ALEM DE APOLOGIA AO SEXO PRECOCE AINDA ROLA MUITAS DROGAS NESTES BAILES FUNK !!!

Anônimo disse...

DEVEMOS DAR UM BASTA EM TUDO Q DENIGRE A CRIANÇA ,A FAMILIA...PQ AONDE VAMOS PARAR COM TANTA POUCA VERGONHA !!!

Anônimo disse...

AS AUTORIDADES DEVERIAM PROIBIR A DIVULGAÇAO DESSES TIPOS DE MUSICAS DEPRAVADAS [se é q se pode chamar essas porcarias de musicas] antes q isso tome uma proporçao maior onde fasem com essas letras apologia ao sexo precoce ,incentivando com isso a pedofilia e prostituiçao infantil,sem contar as drogas q rolam nestes bailes funk !!!

Anônimo disse...

Deviria haver muitos bolsonaros ....q coitado tao criticado sendo q o intuito dele é preservar a familia e os bons costumes q com certeza esse tipo de "musica " depravadas apenas degrigre a imagem familiar e principalmente das mulheres ...usando nomes chulos e vulgar ....e muitas idiotas embarcam sem ter conciencia do estrago q esta fazendo com sua imagem o da mulher !!! Reflitam ...

Anônimo disse...

Perfeito o seu post.Parabens!

stefan disse...

AS MULTI FACES DO NEO ATEÍSMO, MARXISMO CULTURAL, SATANISMO E ANEXOS

Os locais em que se concentram essas bandas e roqueiros muito doidões tatuados e em uso de roupas com mensagens subliminares satanistas, bailes e desfiles carnavalescos lascivos, axés, festinhas funks ou shows como de Lady Gaga, Iron Maiden, festas ocultistas estilo halloweens ou de semelhantes esquemas são explícitas perversões e cultos ao esoterismo.

Idem, as sexo-novelas, filmes e vídeos pornôs, assim como assistir e subsidiar os BBBs da vida, iguais a streap-tease em boites ou montagem de filmes imorais em público, etc., os mais diversos estilos, ritmos e tendências, uma parafernália de som e agito totais, se embalando à base de álcool, drogas, sexo e todo tipo de perversão e alienação possíveis nos locais.

De fato, esses estratagemas fazem parte de um plano satânico da Nova Era - NWO/SHA - e constantes denúncias de coligações com partidos socialistas/comunistas/TL e sociedades secretas para desagregar as pessoas por meio de promiscuidades gerais, desfamiliarizando-as em especial e alienando, destruindo todas as referências ético-moral-cristãs da Igreja católica.

Disto pois redundarão pelas divisões entre si no engajamento de cada uma em determinado movimento reivindicatório - luta de classes - atiçando sempre a competição, a cobiça e a inveja, subvertendo-as e impondo à adoção do aborto, uniões gays e glbts, eugenia, pedofilia, indistinção sexual etc., situações que desagregam e aumentarão a violência e facilitará futura dominação de um povo desintegrado, amoral, e que será mais facilmente subjugado por um Estado socialista totalitário, opressor, materialista e ateu - uma patrulha ideológica social - são a síntese dos antecipados e soturnos projetos da NWO/SHA.

Aliás, quem participa dos eventos acima favorece a mais a injustiça, por cooperar financeiramente para ingressar ou assistir às depravações, incentivando novas apresentações; além do mais, as bandas de roqueiros alucinados ou individuais apresentadoras de shows, bailes etc., são todos asseclas de Satanás, provando-o por meio de muitas letras de músicas lascivas ou apologistas ao diabo - rock satânico, que possui ritmo "beat", da Wicca, excitante sexual - e mais: vícios e comportamentos gerais e algumas tatuagens e piercings específicas que configuram seus seguidores, como escorpiões, cobras, lagartos, etc.

Concluindo: tais situações sob as diversas modalidades demonstram serem todos os participantes desses shows e locais de "PONTOS DE ENCONTRO E COMPARTILHAMENTO COM O DIABO E COM SEUS COMPARSAS NEO ATEÍSTAS"

Enquadrar-se nos acima é formalizar desde já sua parceria com o diabo para eternidade?

Anônimo disse...

Não tem como denunciar não?

Anônimo disse...

Senador Magno Malta pode ajudar se lhe enviar os links do you tube que simplesmente comprova
a lavagem mental sofrida por menores.

*.* disse...

É complicado, já que mesmo com tudo isso, o funk foi declarado patrimõnio cultural.


Jefferson Nóbrega

Andrey Schmidt dos Santos disse...

Sou pianista amador, o engraçado que a origem do Funk é espetacular, tem toda um ritmo e harmonia por trás, sendo assim, concluo que isto ai em cima não se encaixa em funk, brasileiros interpretam errado, isto ai em cima é simplesmente um ruido, e nada mais, não é música, não é funk, não é nada, portanto não serve pra nada

edinaldo correia da silva junior disse...

nossa meu,falou tudo,sempre odiei esse ''funk'',é tocado e curtido por mais da metade da minha sala de aula,todo dia vem uma vadia e bota essa merda no volume máximo,e se eu peço pra abaixar ela reclama,as letras sempre mostrando sexo explícito,apologia á pedofilia como dito aí,e ainda tem ''mulher''(na verdades meninas ou vadias,pois isso não pode ser considerada uma mulher) que defende essa merda e pede respeito. RESPEITO? TU SABE O QUE É RESPEITO VADIA? ''passa nela,passa nela,passa o pau na cara dela,ui ta gostosinho,devagarinho pra não arranhar'',ISSO TE RESPEITA O VADIA? ESSA MERDA QUE VOCÊ ESCUTA NÃO TE RESPEITA,EU QUE NÃO VOU RESPEITAR ISSO,TENHA RESPEITO PRÓPRIO E PARE DE OUVIR ISSO,NEM ELES MESMOS RESPEITAM AS MULHERES,EU NÃO RESPEITAREI QUALQUER VADIA QUE OUÇA UMA COISA DESSAS.mas não importa o quanto reclamamos,eles não param de colocar essa merda pra tocar,curtem cada vez mais,se desrespeitam e se prostituem com uma frequência cada vez maior,e muitos entram no mundo do crime e das drogas por causa disso,quando não estão matando são caçados por traficantes ,acabam presos ou mortos,essa é a realidade desse ''estilo de música'',é isso que ela faz com as pessoas,essa é a realidade do brasil,uma coisa dessas como ''música'' do momento mostra bem como são as ''pessoas''(quem faz ou gosta disso não pode ser considerado pessoa,pois não tem mentalidade desenvolvida o suficiente). espero um dia ainda poder ver um brasil onde as pessoas gostem de músicas de verdade,e parem de dar atenção a porcarias.

Anônimo disse...

Resta a nós, pais, que nossos filhos tenham toda a educação moral possível, desde cedo mostrando aos filhos o que é certo ou errado. Os pais hoje deixam os filhos a serem criados nas creches, ou nas escolas. E em casa, não existe educação ou supervisão real dos pais.

Lívia disse...

Criação de Lei.

.Que música com conteúdo erótico deve ser apenas tocado em baile para maior de idade.

. Multa para aqueles que ouvem som alto na residência, carro ou na rua, música com conteúdo erótico.

Estas músicas são na verdade imprópria para menores de idade, não tem que ser tocada livremente. Vc que tem criança em casa, que vigia o conteúdo que seu filho vai assistir, ai vem seu vizinho, ou alguém que passa de carro com música no ultimo volume, com letra de música vulgar, erotizada... assim não dar.







Marga Canabarro disse...

estamos indo num caminho sem volta! é desoladora a situação em que estamos criando nossas meninas. fico simplesmente apavorada quando vejo minhas alunas de 7, 8 ou 9 anos dançando isso, procuro fazer minha parte... converso, explico porque não devem se expôr dessa forma, mostro músicas de qualidade, mas sinceramente devo dizer... bem poucas refletem a respeito, mas o pior de tudo ainda são as famílias... não estão nenhum pouco interessadas ou preocupadas!

ESPEDITO RIO DE JANEIRO disse...

PATRIMÔNIO?, pode se afirmar que existem vários sentidos para o termo "patrimônio": pode ser o conjunto de bens, direitos e obrigações de uma entidade; pode ser o conjunto de bens de uma entidade; ou pode ser o conjunto de bens de uma coletividade, como no caso de património arquitectónico, património cultural, etc.

QUE POVO POSSUI UM PATRIMÔNIO DESSES?
https://www.facebook.com/espedito.silvajunior

Jefferson Nóbrega disse...

Agradeço aos que reclamaram dos erros ortográficos, toda crítica leva ao aperfeiçoamento e sei que estou precisando.

Anônimo disse...

Vai passar...
A proxima geração vai negar tudo isso...
É só uma etapa.

Quando a sexualidade experimentada ao extremo revelar seu vazio... Quando as pessoas tiverem espaço para o exercício da sua sexulidade espontaneamente... Quando a renda permitir a liberdade... Quando a educação for compartilhada e universal... E enfim, quando a liberdade deixar de ser um mito, a humanidade talvez tenha espaço para exibir sua melhor face.

Continuemos a nos preocupar e buscar o entendimento sobre como chegamos até aqui e como mudar o rumo, sem usar sistemas maniqueístas de punição e recompensa.

Por uma humanidade livre de verdade... Humana de verdade... Pode estar mais perto que a gente imagina, só que estamos mais preocupados em condenar e querer prender, punir, matar, do que cuidar da verdadeira causa. Dsitribuição de renda, educação, propriedade e espaço para individuação.

A era da responsabilização está chegando ao fim. Não terá outra saída senão fazer o que é correto. Educar... Educar... Educar...

Anônimo disse...

Leis não vão dar conta dessa questão. Vão distorcer ainda mais o que já é distorcido.

Ser ateu não é crime. Todos tem direito a religião, deveriam ter direito a não ter também.

Lembre-se que acreditar não tem nada haver com direito, mas com um estado cultural, psicológico, mental e pessoal. Acreditar não pode estar sujeito a julgamento.

O Funk é um movimento cultural que compete com outros. Tem sido vitorioso em muitos espaços. Mas não em todos.

Em sua genese importam a renda, a propriedade, o local, o conjunto de fatores que tornam o terreno fértil para ele.

Quando as condições que o alimentam mudarem, vai deixar de ser febre e o que puder ser aproveitado será.

Funk, Rock, Samba São manifestações que precisam ser consideradas à luz da cultura humana.

O Nazismo, A Alcaeda, assim como o Cristianismo, as demais igrejas, e o funk só podem prosperar em terreno fértil. Vamos mudar o substrato, construir espaços alternativos e a realidade vai se redefinir.

Anônimo disse...

Coversa não é mais suficiente.
Nossa educação é falha e precisa ser revistas.
O sistema jurídico já não dá mais conta, também precisa de uma reengenharia.
A escola e a família não conseguem enfrentar a mídia com sua qualidade baseada na audiência e no voto popular. Tudo fica mediocre. Quando a educação melhorar, tornando-se mais sofisticada, crítica e menos dogmática, ai sim... restará uma esperança.

Comecemos a apurar o senso ético e questionar o desenvolvimentismo capitalista impossível de ser saciado.

Obrigado.

Anônimo disse...

Banir o cristo você mesmo banil.
Enquanto tiver mais de uma blusa, enquanto houver um ser humano descamisado, você está combatendo o cristo.

Cristo é o modelo do homem que devemos ser.

Ao comprar mais de um par de sapatos você adora o demônio.

Conheci poucos cristãos que merecem esse título.
Essa não é para publicar... É pessoal. Você não contribui tanto quanto pensa estar contribuindo.

Sua posição e as que vi acima vão somente agravar ainda mais o que está grave. Temos de encontrar um caminho pacífico.

Magno Malta não serve, alimenta o sistema com sua voracidade de enfrentá-lo.

O caminho é outro... Vamos encontrá-lo juntos. Eu sei.

Toda guerra já começa perdida.
Estaremos sempre combatendo derrotados.
E ao fazê-lo nos derrotamos a todos.

Foco Cristão disse...

De 12 a 17 anos não é pedofilia.

Elas tem idade de serem pedófilias:

http://fococristao.blogspot.com.br/2012/11/adolescentes-pedofilos-e-adolescentes.html

Foco Cristão disse...

Só há pedofilia antes dos 9/10 anos (meninas) e 10/11 anos (meninos).

Aula: https://www.youtube.com/watch?v=TVLhsTCr3R4

Você sabia?

Pornografia infantil são fotos ou vídeos de sexo com crianças de 0 a 9 anos (segundo a ONU) ou com crianças de 0 a 11 anos (segundo o ECA).

A "pedofilia" se baseia na puberdade e não na maioridade civil ou penal. Porque é a puberdade que nos faz ser atraente sexualmente e sentir atração sexual também.

Pedofilia é quando uma pessoa (geralmente, adolescente ou adulto) sente atração sexual primária por crianças pré-púberes (isto é, crianças com menos de 9/10 anos de idade).

Ou seja, uma garota de 12, 14 ou 16 pode ser pedófila como qualquer adulto.

Biologicamente, adulto é quem alcançou a capacidade reprodutiva.

Fui claro?

http://fococristao.wordpress.com/2013/03/02/pedofilia/

Não se deixe levar pela mídia sensacionalista. Ela quer é ter audiência a todo custo e para isso vive fabricando polêmicas.

Acorda!

Os adolescentes abusadores de crianças não podem mais ter seus crimes encobertos. Chega!

A mídia não diz (por que será?) que os maiores abusadores de crianças são ADOLESCENTES.

Campanha Contra Adolescentes Pedófilos Abusadores de Crianças Já!

Leia mais:

http://fococristao.wordpress.com/2013/03/02/adolescentes-pedofilos-e-adolescentes-abusadores-de-criancas/

http://fococristao.wordpress.com/2013/03/02/garotos-adolescentes-sodomitas-abusadores-de-criancas/

http://adolescentespedofilos.wordpress.com

Precisamos combater o abuso sexual de adolescentes contra crianças.

Salvem nossas crianças da corrupção e exploração sexual!

Curta: http://www.facebook.com/BrasilSemAdolescentesPedofilosAbusadoresDeCriancas

Postar um comentário